O meu slogan

Blog da Bia, titulo usado, blog único.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

A piada não tem a chave mas sim um site

http://piadascomlamentoseoutrostormentos.blogspot.com/
Venham ver as piadas de T-Jack.
São muito engraçadas, e não precisa de chaves mas sim do site.
Vocês vão gostar, bem menos que sejam loiras.
Pois ele não é racista mas sim colorista.
Tem muitas piadas de loiras...!
Não se esqueçam que o Natal está a chegar e a festa de Natal é 16 de Dezembro ou seja que podem ter a oportunidade de saber como será a festa e ainda o Natal.
Não percam pessoal.

Sem palavras, sem lamurias 2

Rezando, Apertando as mãos, Trincando a língua e quase desmaiando, fiquei à espera que nesta aula não tocasse flauta mas sim na seguinte. Pois eu queria tocar bem e não desafinar e calhar-me não sei um 3 ou um 2.
Toda a segurança era pouco.
Mas no final correu bem acabei por não ser avaliada.
Saí esgotada de stress.
Cansada, Cansada, muito cansada mas não mostrei que estava cansada.
Depois de sair da escola, fui ver o Arthur Christmas e estive na casa com a minha tia.
Adorei, Adorei, Adorei muito. Estas a ver isto tia? Espero que sim é para saberes que adorei fazer pizzas contigo, estar com a Mimi, fazer a árvore e etc...
:)   :D    :)   :D    :)    :D   :)   :D    :)   :D    :)    :D   :)   :D    :)   :D    :)    :D   :)   :D    :)   :D    :)    :D  

Sem palavras, sem lamurias

No dia de hoje:
Depois de um dia de vergonha, eu sai sem lamurias.
Sentindo uma estátua e pensando que estes dias vão ser atarefados.
Foi aí que senti:
Não sofri vergonha suficiente, vai acontecer mais algo.
E de repente lembrei-me:
Oh não preciso de fazer uma coisa impossível que de repente apareceu a minha heroína Tininha, com o seu poder de amizade ajudou-me e eu agradeci.Agradeci como um mendigo à pedir um jornal para se cobrir e um rei dar-lhe uma mansão, o mendigo pedir só umas migalhas de pão e o rei dar-lhe um manjar que nem se conseguia comer tudo, mesmo que comessem isso durante 2semanas.
Fiquei feliz mas ainda tinha a sensação que a vergonha passaria por mim de repente como um fantasma e a minha cara seria uma chacota.
O fantasma dentro de mim, o fantasma da solidão, o fantasma que possui a tristeza e transforma um arco-iris num simples bocado de carvão.
E certinho e direitinho, eu sem palavras e com a expressão de "roer as unhas"( pois não sou menina de comer unhas) ouvi estas palavras: avaliação da flauta.
O que faria? Não tinha treinado o suficiente? Será que a minha cara ficaria como um tomate?
Fiquem atentos e continuem a ler.